sábado, 18 de fevereiro de 2017

Fim

Por que tem todo sujeito que dar rigor às suas palavras? Nem todo ser quer entendimento de si, nem saber as razões de suas vicissitudes. Nem todo sujeito partilha dessa ética e desse pacto consigo mesmo.
E nós, irremediáveis pensadores de si, como devemos então lidar com aqueles?


Nós, separamos as pedras, as calçamos no chão, botamos a campa e limpamos as nossas mãos!

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Cicatrizes

Nós temos cicatrizes demais, e nem sempre dá pra se esconder as marcas. Mas será que parte da vida não é ter tal história marcando sujeitos e seus desejos? O caminho é encontrar aqueles que possam ver nas marcas história.

Desvios

Adorava curvas, desvios, temia que o caminho tivesse fim, por isso usava o primeiro retorno possível... nunca soube onde cada caminho dava.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Me resta a vida


Não transa quando deseja, não ama quando quer, não há diversão quando ela é necessária, pois a sujeição ao tempo da produção,o controle que o mercado exerce sobre todos os aspectos da vida, nos permite apenas o prazer plástico da sensação de trabalho cumprido, de resto de tempo livre, e livre para nada além do consumo.
Foucault tinha razão quando entendeu que nessa sociedade moderna o prazer do cumprimento das normas introjetadas e o autopoliciamento nos são cotidianos, embora ele não tenha tido condições de deixar muito claro que toda essa teia de mecanismos servem exatamente aos fins do CAPITAL!

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Vida

"Que é da minha realidade, que só tenho a vida?
Que é de mim, que sou só quem existo?"

Álvaro de Campos - F.P.